Acreditem que hoje apanhei mais um pedaço de uma pequena estrelinha :) *

Posted on

Parece que tenho 26 anos e ainda acredito em sonhos, na magia, na inocência, na genuinidade…! Na vida e nas pessoas! Ainda bem, afinal não são só coisas de adolescentes… Continuem a sonhar e a noite continuará estrelada! E se conseguirem avistar as estrelas, é porque estão mais perto de as alcançar do que o que possam pensar. Assim só: “Um vestido longo, esvoaçante,/ A face impassível, decidida,/ Olhar profundo, confiante,/ Uma mão firme e erguida./ Na minha fantasia jamais perdida,/ Nessa imaginação incessante,/ Agarro, uma a uma, em corrida,/ Cada estrela brilhante,/ Cada pedaço de vida.” (Ana Isabel Isidoro, 2014)
 
Acreditem que hoje apanhei mais um pedaço de uma pequena estrelinha 🙂 *
dizmeacordosteussonhos_18
Advertisements

Persigo, num único grito,/ A minha estrela, a minha lua,/ Até ao fim do infinito

Posted on

E é isto! Mesmo isto! Nunca mais ninguém me há de tentar convencer do contrário. Sonhos são sonhos e só os alcançará quem tiver a derradeira coragem para acreditar neles! 🙂

“Sentir que podia pedalar contra tantos obstáculos e sentir o vento no corpo, sentir-se cada vez mais livre a cada pedalada mais forte… (…) ela sabia: um dia, no dia certo, voltaria a gritar mais alto do que o céu e a voar mais longe do que as estrelas…
(…) Gabriel esticou o seu braço e, num só movimento, tentou apanhar a estrela mais bonita da noite, oferecendo-a, de seguida, a Bianca. (…) no breu sereno da noite, sob a promessa da lua que asseverava momentos inolvidáveis.
(…)Encheu os seus pulmões de ar, abriu a sua mão e soltou a estrela que até então tinha guardado, expirou todo o ar que tinha dentro de si e gritou bem alto (…)
A estrela continuou a voar até ao fim do infinito. E Bianca também.” (Ana Isabel Isidoro, 2014)

 

dizmeacordosteussonhos_35

Um dia verás de novo o amor que quiseste espalhar… :)

Posted on Updated on

Diz-me a cor dos teus sonhos é um livro que acredita nos sentimentos puros, no amor, nas pessoas, na beleza interior, naquilo que não está à vista de todos. É um livro de muitas fés. Costumo dizer que, no que respeita a relações e a sentimentos, nós estamos todos “minados”. Estamos sempre a pensar no que vamos dizer à outra pessoa, se ela pensará o mesmo ou não, no que ela irá pensar se dissermos ou fizermos determinada coisa, se estaremos a fazer de mais ou de menos… Parece que já não há inocência nos sentimentos, espontaneidade, não conseguimos expressar o que realmente sentimentos… E devido a isso, muitas vezes, acabamos por deitar tudo a perder, com tantos bloqueios à nossa volta… Às vezes temos medo de estarmos a dar demasiado de nós e a expormo-nos demasiado a quem nos vai desiludir no futuro, como tantas pessoas já o fizeram… No entanto, eu acredito que não é bem assim! Apesar de sairmos, muitas vezes, magoados, o amor que espalhamos irá sempre chegar a algum lado! Pode não acontecer logo no dia a seguir ou com quem mais esperamos, mas estas coisas serão retribuídas, um dia. Se calhar com a maioria das pessoas com que nos cruzamos não, mas há uma pequena minoria que sim. E são estes sentimentos puros, intocáveis, que não são destruídos por todas aquelas minas à nossa volta que dão sentido à nossa vida.

dizmeacordosteussonhos_32

Com quanta força acreditas nos teus sonhos?

Posted on

Sonhos, determinação, luta, amor, medo, insegurança. Fé. É a isto que se resume a aventura da minha vida. Cada vez que olho para trás, vejo mais um degrauzinho que acabei de subir e, quem diria, o primeiro já o vejo bem lá ao longe! Não há dúvida que é quando nos arriscamos a tentar fazer aquilo que nos mete um medo de morte, que é quando mais recebemos de volta. A maior parte das vezes (senão todas :P), não tenho plenas certezas se… mas… “Mas sinto, acredito nessa força loquaz/ Num inexplicável sopro de fé.” E é isto!
 
dizmeacordosteussonhos_29

Dá só porque queres dar… A isso se chama amor <3

Posted on

“Esta era a prova da presença de um sentimento imaculado, inocente, uma concha impenetrável. E quanto mais tempo passava com ele, mais a verdade sobre o amor se esclarecia à sua frente: as coisas mais bonitas eram sentidas e vividas nos momentos espontâneos, nos impulsos, quando as pessoas davam sem reservas, incondicionalmente, sem pensar duas vezes, quando davam simplesmente porque queriam dar.” (Ana Isabel Isidoro, 2014)

 

dizmeacordosteussonhos_25

Afinal, o que acontece quando as lágrimas desaguam no mar?

Posted on Updated on

” (…) Bianca ergueu a cabeça e largou uma última lágrima. Uma gota pequena e luminosa caiu em direção ao mar imenso, criando uma auréola em volta de Bianca no momento em que atingiu a superfície. Conservando a sua fulgência, difundiu-se gradualmente até ao ponto em que Bianca se sentiu finalmente confiante para seguir em frente, independentemente de quem se colocava na sua frente.”
(…)
Afinal, o que acontece quando as lágrimas desaguam no mar?” (Ana Isabel Isidoro, 2014)
Cada leve gota que desagua
Desagua em mim um mar de força,
Sobre o qual navego, enfim, nua
E, agora, como quem orça,
Afogando uma outrora dor crua.
dizmeacordosteussonhos_23

Quem diria, hã? (Sim és tu – diz o teu anjinho por cima do ombro)

Posted on

Espero que estas frases inspirem alguém mais… Para mim, simbolizam aquele anjinho que está por cima de um dos meus ombros, sabem? 😛 Ainda que às vezes o caminho pareça completamente esburacado, dentro de uma caverna sem luz ao fundo, cheio de aranhas por todos os lados… Há uma coisa que se impõe sempre… A nossa fé! Nos caminhos que escolhemos, nos sonhos que ambicionamos, naquilo que somos! Não há maior traição que a traição a nós próprios! Por isso, o caminho não é só o que nos resta à nossa frente, é também tudo o que já ultrapassámos! Quando duvidarem, nem por um segundo que seja, olhem para trás e encarem tudo o que já conquistaram…E aí… quem diria, hã? 😀