Persigo, num único grito,/ A minha estrela, a minha lua,/ Até ao fim do infinito

Posted on

E é isto! Mesmo isto! Nunca mais ninguém me há de tentar convencer do contrário. Sonhos são sonhos e só os alcançará quem tiver a derradeira coragem para acreditar neles! 🙂

“Sentir que podia pedalar contra tantos obstáculos e sentir o vento no corpo, sentir-se cada vez mais livre a cada pedalada mais forte… (…) ela sabia: um dia, no dia certo, voltaria a gritar mais alto do que o céu e a voar mais longe do que as estrelas…
(…) Gabriel esticou o seu braço e, num só movimento, tentou apanhar a estrela mais bonita da noite, oferecendo-a, de seguida, a Bianca. (…) no breu sereno da noite, sob a promessa da lua que asseverava momentos inolvidáveis.
(…)Encheu os seus pulmões de ar, abriu a sua mão e soltou a estrela que até então tinha guardado, expirou todo o ar que tinha dentro de si e gritou bem alto (…)
A estrela continuou a voar até ao fim do infinito. E Bianca também.” (Ana Isabel Isidoro, 2014)

 

dizmeacordosteussonhos_35

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s