Posted on

“— Bianca. Diga-lhe que é a Bianca.
E foi nesse momento, nesse preciso momento, que Bianca arrostou o maior desafio da sua vida. Algo que, há seis anos atrás, acreditara não ser capaz de realizar. Algo que a enlouquecera, dia após dia, pela perspetiva da falha iminente. Algo que se iniciara no dia do seu acidente e que explodira na sua alma, um ano depois. No dia em que escrevera o poema que se encontrava pendurado no placar.
(…)
Afinal, depois de ter aprendido, podia agora ensinar os outros.”
(Ana Isabel Isidoro, 2014, Diz-me a cor dos teus sonhos)

1902899_731885216893690_4087297146362184862_n

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s