Aside Posted on Updated on

“…encostou o búzio ao seu ouvido e deixou-se sugar pela vivacidade das ondas
do mar… Escutou as suas palavras e soube, desde aquele momento, que tinha alguém, um ser, um
mensageiro ou, então, simplesmente o mar, que cuidava dela, a ajudava e lhe dava força e coragem
sempre que precisava.
(…)
— Toma… É um agradecimento pela boleia… — À entrada de sua casa, Bianca estendeu-lhe o
búzio encontrado há dias.
— Um búzio? Que mistérios esconderá? É lindo, obrigado…
— Procura tu mesmo… E diz-me quando conseguires ouvir o mar…
(…)
Já consegui ouvir o mar, consegui ouvir-te a ti… Agora,
procura-me a mim…” (Ana Isabel Isidoro, 2014)

DSC_0233 - Cópia

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s