Aside Posted on Updated on

“… tinha outra certeza ainda mais profunda: ela própria estaria também, sempre. Aprendera que
não eram as pessoas que lhe traziam a felicidade, a felicidade estava no seu interior, era ela que a tinha
de puxar cá para fora. Poderia, sim, partilhá-la, multiplicá-la com aqueles que amava mas, primeiro, era
necessário encontrar o seu caminho, encontrar-se a si própria. Ser feliz.
(…)
sentindo que poderia ser mais feliz a cada dia que passava, porque o que
vivia no momento tornara-se sempre, sem exceção, melhor do que o que vivera no dia anterior. Era por
isso que não podia ter medo do que estava para vir; a vida reservava-lhe surpresas que lhe mostrariam
como existia sempre algo melhor para alcançar. Era só necessário arriscar. Afinal, a vida resumia-se a
escolher uma de duas hipóteses: ser feliz e não ser feliz.
E Bianca já tinha arriscado numa delas.” (Ana Isabel Isidoro, 2014)

Felicidade

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s