Aside Posted on Updated on

“(…) Como era possível poder sentir sem poder ver? Da mesma
forma que não precisava dos olhos para amar. Apenas do coração.

E era nessa descoberta que Bianca agora se lançava: amar-se, a si, não pelo que via que era, mas
pelo que sentia que era. Amar-se pelo que desabrochava no seu interior, pelo que crescia, no seu
âmago, com as lágrimas do seu coração e com a luz dos seus sorrisos…” (Ana Isabel Isidoro, 2014)

Image

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s